natalia mallo

Music Permitted!

Leave a comment

Feral

feral_2014FERAL_EZ

Pode um soco no estômago ser lúdico e delicado? Pode. Cinco intérpretes montam uma cidade cenográfica de papel em miniatura, e dentro desta cidade, feita de casinhas, predinhos, carros e pessoas, vão filmando as cenas da peça, que vemos projetada num telão acima. Todos os bonecos e ambientes feitos a mão, monocromáticos, muito pequenos. Assistimos ao próprio set em que tudo é montado, de um primor cenográfico impecável. Uma sala de arquitetos, um ateliê de desenho, um espaço de experimentação científica. Neste ambiente, que vai se construindo aos poucos, uma pequena cidade portuária, sua comunidade, seu dia a dia. Um dia chega um empreendimento imobiliário ganancioso e altera o ecossistema. A cidade cai em decadência, lá se vai a vida mansa das pessoas. Tudo entra em decadência, o crime e a violência tomam conta. A esperança acaba. Fim de papo, sem esperança ou redenção. Um músico e artista de foley ao vivo (criando efeitos sonoros a partir de objetos reais, como nos programas de radio de antigamente), um desenho de som perfeito. E a trilha sonora, emotiva na medida, feita de beats, synths e algumas referências melódicas à música celta. Sublime e emocionante.

 

O duelo

_2014DUEL_AAJ

Fui ver o Duelo, espetáculo brasileiro cheio de pessoas conhecidas e amigos, pela curiosidade de assistir fora do contexto, e para prestigiá-los. Me interessei em ver como a platéia escocesa receberia o trabalho. No caminho para o teatro, atrasada como eu, uma garota irlandesa desesperada me pede indicações para chegar lá. Juntas vamos correndo até o teatro, e no caminho me conta que tem um grupo de teatro em Dublin e soube por amigos que o trabalho da Cia Mundana tinha tudo a ver com o que o grupo dela, que está começando, quer desenvolver. A peça dura mais de tres horas, e só três pessoas deixaram a imeeeeeensa sala durante o intervalo. Linda montagem, maravilhosa tradução, algumas atuações de tirar o fôlego. Música maravilhosa!

 

MISSING

missing-by-david-bolger_2014MISSING_ADX

Soco no estômago II. Um espetáculo de dança inspirado nos cartazes com pessoas desaparecidas. Esses que ficam nos postes das cidades e vão desaparecendo com a chuva e o tempo. Bailarinos maravilhosos, coreografia precisa e tocante. Música muito emotiva. Demais da conta. Uma camada redundante de tristeza sobre um assunto já tão triste. Não deixa espaço para a sensação, é só emoção: tristeza e desesperança. Com bastante palavra falada e informações sobre situações de desaparecimento de pessoas, os in†érpretes vão mudando cadeiras de lugar, evidenciando o vazio da ausência das pessoas, virando do avesso, espalhando em desespero, tentando organizar a angústia. Solos e duos muito bonitos, ensaiadíssimos. Um homem jovem e esguio, uma mulher mais madura. Ambos com um vocabulário de movimento rico e muitos recursos de comunicação através do gesto e do olhar. Todo ano, 700 pessoas desaparecem na Irlanda. Metade é localizada, metade dessa metade parte por decisão própria. A outra metade devido a sequestro, assassinato, perda de memória ou causas desconhecidas. 

 

Music permitted!

A abordagem musical dos espetáculos me da o que pensar. A música está permitida por aqui. Em São Paulo, tenho visto muitos espetáculos, quase todos com trilha sonora ultra contemporânea, feita de ruidos, subgraves, theremins, ambiencias. Jamais melodia, harmonia de forma alguma, ritmo, talvez. Nada contra, gosto de todo tipo de trilhas sonoras e crio algumas com essas características. Mas por que fazem tantos da mesma maneira? (E me refiro principalmente à dança contemporânea). A que grupo de consenso se quer pertencer abolindo a musicalidade? Ao abstrato, à supressão da emoção? E, por outro lado, qual o limite em que a música ajuda a sustentar uma obra ou mastiga o sentido da mesma, oferecendo uma emoção pronta, sem tridimensionalidade? Para se pensar.

 

 

 

 

 

 

Advertisements

Author: Natalia Mallo

Artist, curator and entrepreneur.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s